Confira-os-problemas-mais-comuns-em-caminhões-e-saiba-como-evitá-los

Confira os problemas mais comuns em caminhões e saiba como evitá-los

Seu caminhão é sua ferramenta de trabalho, sua fonte de renda, sem falar no apreço sentimental que vai aumentando com o tempo e com a quilometragem rodada. É preciso ter muito cuidado com ele, ouvir o que ele tem para “dizer”, se é que você me entende.

Alguns problemas mecânicos são corriqueiros, mas se soubermos como preveni-los, economizaremos dinheiro e aumentaremos a longevidade do possante.

Alguns sinais que se transformam em problemas

Os mecanismos começam a falar (ruir) por eles mesmos, isso é mais do que natural. O melhor exemplo que podemos dar e o mais perigoso, na verdade, é o barulho que os freios podem fazer quando estão desregulados ou já no limite de suas cargas.

Quando as lonas ou as pastilhas do seu mecanismo de freio já deveriam ser trocadas, fazem aquele “agradável” ruído toda a vez que metemos o pé no breque. Quando não são eles, podem ser os discos e tambores, mas nada que um mecânico não possa arrumar, o que não pode acontecer é deixar o reparo sempre para depois.

Pneus

Manutenção nos pneus é tão essencial quanto a dos freios, já que estamos falando de estabilidade aqui, de equilíbrio na distribuição de peso, tudo aquilo que afeta demais na condução do caminhão. As estradas brasileiras, que não são nenhum espetáculo, ajudam bastante a desgastar o material, assim como o excesso de peso. Muitos motoristas não se importam muito com a condição deles, não seja um.

Motor enfraquecido

Um dos principais sintomas de que o caminhão está girando há muito tempo sem que testes periódicos tenham sido realizados. Para realizar os fretes de forma segura, é preciso que o torque responda ao seu chamado, à necessidade de realizar uma ultrapassagem ou subir uma serra, por exemplo.

Checar os filtros e mangueiras, colocar gasolina de qualidade (programar-se para realizar pausas em bons postos), os módulos de injeção (falaremos mais sobre), tudo isso deve ser muito bem checado antes de sair cruzando as rodovias.

Fumaças com cores alteradas

Acontecem também, mas a preocupação bate mesmo quando a cor da fumaça é mais esbranquiçada, nesse caso, essa é a cor alterada. O problema pode estar em algumas funções, como no catalisador ou na entrada de óleo excessiva.

Testando

Para saber se está tudo ok com o seu possante, é importante realizar alguns testes com frequência, garantindo que está tudo nos conformes com os sistemas inteligentes.

Freios

Para testar o sistema de freios de seu “bruto” de rua, é preciso dar uma checada no nível de fluído em que estão todos os sistemas hidráulicos, assim como no de drenagem da água no reservatório do sistema pneumático. Assim como para todos os testes que listaremos, se você ainda não tiver total habilidade para realizar vistorias como essa, uma visita a um especialista para aprender não custa nada.

Suspensão

Pivôs, buchas, barras estabilizadoras, bandejas, braços, todos devem estar bem ajustados, sem folgas nas peças e entradas. Faça uma bela revisão ao menos uma vez por ano.

Injeção eletrônica

Muito importante na performance do caminhão, dar uma olhada na injeção eletrônica é garantir que o combustível vai chegar no motor. Nesse caso aqui, precisamos de um material mais específico, como o scanner, que é o aparelho que consegue mapear os sensores e a unidade de controle.

Equipamentos

Renovar as peças significa garantir que os problemas mecânicos mais comuns nos caminhões não atrapalhem a sua vida com frequência.

Como você pode ver, este artigo não tem a intenção de lhe vender nada, apenas queremos reforçar a importância de você manter o seu caminhão bem cuidado, para que você possa sempre voltar para a sua casa e para a sua família como tem que ser, inteiro e bem!

 

Gostou?! Dá um like aí!

Compartilhe esse artigo para que mais pessoas possam conferir essas dicas!

Aquele abraço e até a próxima!

 

Quem já comentou sobre isso:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *